Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Estilos de Judô e outras Artes Marciais’ Category

Daiko Juku é a organização da arte marcial chamada Kudo, fundada em 1981 por Takashi Azuma.

Azuma foi campeão de full contact, mestre karate Kyokushin, se desfiliou da organização para formar o Daiko Juju na cidade Sendai, no Japão.

Daido Juku pode ser traduzido como “Escola do Grande Caminho” e incorpora técnicas do karate e do Judô. Azuma é detentor do 3º Dan de faixa preta de Judô e 8º Dan de Kyokushin.

Incansável pesquisador de artes marciais, Jukocho Azuma vai à Tailândia periodicamente, durante cinco anos, para incorporar em seu sistema técnicas e conceitos de muay thai, desenvolvendo assim uma arte marcial que abrange todos os campos do combate corpo a corpo: luta em pé, quedas e luta de chão. Diferentemente do caratê tradicional ou clássico, o daido juku é uma arte marcial na qual são válidos socos, cabeçadas e cotovelas no rosto.

O kudô é praticado com um capacete de acrilico que protege o rosto, luvas, kudô-Gi e coquilha para os homens. O capacete tem o intuito de evitar danos faciais, pois o que conta no daido juku é a evolução do pensamento junto com seu adversário.

Anúncios

Read Full Post »


Vasili Oshchepkov foi o primeiro europeu a conquistar a faixa preta no Judô e mais tarde junto com  Viktor Spiridonov fundou o Sambo em 1920, uma conjunção da frase SAMooborona Bez Oruzhiya, que em português fica “auto-defesa sem armas”
Oschepkov contribuiu com seu conhecimento sobre o Judô para a formação da luta que também integrou o wrestling e outras técnicas combativas do bloco soviético.
Vrett Jacques e Scott Anderson em seu livro “A História do Sambo” disse que na rússia “Judô e Sambo eram considerados como a mesma coisa” destacando apenas  a diferença no uniforme a nas regras.
O Sambo popularizou-se para o mundo com o sucesso de lutadores como Fedor Emelianenko no UFC.

Read Full Post »

O Kosen Judô – 高專柔道  se refere a uma série de regras de competição do Kodokan Judô com ênfase em técnicas de solo oaseokomi-waza (técnica de imobilização), kansetsu-waza (técnica de juntas) e shime-waza (técnicas de estrangulamento).

A escola Kosen começou suas próprias competições em 1914, sendo basicamente as regras do Dai Nippon Butokukai e da Kodokan antes de serem mudadas  em 1925.  Nas artes marciais japonesas essas técnicas são conhecidas como newaza.

Em 1914, Jigoro Kano realizou um torneio entre universidades e escolas do Japão, tendo como principal entidade organizadora a Universidade de Kyoto. Esse torneio ficou conhecido como Kosen Takai – 高專大会  (Competição Interescolar). As regras dessa competição eram bastante simples: existia apenas o Ippon (a vitória) pelo golpe perfeito, imobilização ou submissão, e o empate. Essa regra ficou conhecida como a Regra Kosen.

Porém Jigoro Kano ficou descontente com os rumos tomados pelo Judô e alterou as regras de competição para que a ênfase fosse no Tachi-waza (técnica em pé). Porém as competições Kosen continuaram com suas competições seguindo as regras originais.

O Kosen Judô, como um estilo distinto, acabou por floresceu na região de Kyoto em 1940. e continua até hoje no mesmo formato.

Abaixo um documentário sobre o Kosen Judô:

As demais partes podem ser encontradas no Youtube

Read Full Post »

%d blogueiros gostam disto: